Refratário Scandelari no Quadro Empreendimentos que tem História

A cidade da Lapa, Paraná, é famosa por sua mística história e pelo seu conjunto arquitetônico o qual foi tombado devido à grande importância cultural.

O caminho das tropas entre o sul da colônia e São Paulo foi um marco do processo de ocupação do povoamento entre os séculos XVIII e XIX. Nesse cenário cultural e histórico o portal Tour Paraná foi até essa a cidade turística para conhecer o paranaense Renato Vitório Iachinski que é sócio proprietário da empresa familiar Refratário Scandelari e que gentilmente aceitou participar de uma entrevista para o Programa Se Liga Ai! no quadro Empreendimentos que Tem História.

Conforme mencionado em edições anteriores, o quadro conta histórias de empresários que ajudaram e ajudam a construir o nosso estado por meio do empreendedorismo. Dessa forma, parte do leque de opções culturais dos quais o Portal Tour Paraná desenvolve no Estado do Paraná.

A Refratário Scandelari é uma empresa centenária na cidade da Lapa, atuando no ramo de refratários desde 1932. Nesse contexto, o senhor Renato nos contou que o segredo do sucesso e o que fez para se manter há anos no mercado está ligado ao seio familiar, que foi construído pelos seus antepassados vindos da Itália com as mãos fortes e pronto para o trabalho, conta ainda que possuía um conhecimento muito grande de “faz tudo”, tinha facilidade de comunicação.

A equipe do Programa Se Liga Ai! esteve presente para levar até você essa aula de empreendedorismo, gestão e conquista sem deixar de lado a família que se mantém unida.

Fundada pelo seu avó Januário em 1932, a Refratário Scandelari completa 90 anos até a data desta matéria e segundo que conta na estrevista

As distâncias eram grandes, os transportes eram difíceis naquela época

Ainda sobre a sua história, a Scandelari foi a primeira empresa brasileira a produzir tijolo silicoso. Na conversa com a nossa equipe conta às dificuldades que teve para criar novos produtos e continuar o trabalho dos avós fundadores da empresa. Por ser uma empresa familiar, a responsabilidade é maior, pois manter a segurança da empresa significa manter a segurança da família, conta o empresário.

A empresa familiar faz parte da família, não tem hora para encerrar o expediente e ainda tem que ter parcimónia, a família dá todo suporte para o trabalho, mas não pode misturar o patrimônio de um com outro

O que é da empresa não mistura com o que é da família

diz sobre o patrimônio.

O empresário conta sobre o carinho especial pelos antepassados e pela empresa que administra, sobre o compromisso e a responsabilidade vai além de se vestir bem.

Sobre o período de pandemia o senhor Renato lembra que a responsabilidade social com a empresa é maior do que ficar em casa.

Por fim o senhor Renato diz que tudo tem seu tempo e que o planejamento para o futuro depende necessariamente de atender bem o cliente, pois é o que mantem a empresa em funcionamento, portanto atender bem o cliente, significa a saúde da organização para o futuro dos negócios.

cliente são todas as pessoas que vem em nossa empresa, não necessariamente aquele que compra

Foi uma verdadeira aula de administração, gestão e conciliação de trabalho e família. Para assistir a matéria na íntegra clique aqui, e confira mais um caso de sucesso do Quadro Empreendimentos que tem História do programa Se Liga Ai!

Autor: Rafael Luz